quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

641 - Rezar

Meu muito amado filho Estêvão

Não te deites sem lavar os dentes, fazer xixi, rever o dia rapidamente, pensar no dia seguinte bem depressa, beijares quem esta ao teu lado e reza. E depois dorme.

Amo-te demais


Tua mãe

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

640 - Saude

Meu muito amado filho Estêvão

Quando fores crescendo vai pensando que este é o unico corpo que teras até ao fim da vida, trata-o bem. Come bem, dorme bem, descansa, ama-te, ama, respira, bebe muita agua, mantem o corpo activo e a mente activa e vai indo ao medico fazer analises regulares .... sem medo.
Amo-te demais
Tua mãe


terça-feira, 3 de janeiro de 2017

639 - Decisões de Ano Novo

Meu muito amado filho Estêvão

Deixo-te aqui um texto que encontrei outro dia e que acho que faz todo o sentido leres e talvez pores em ação

“Change brings opportunity.” —Nido Qubein
Some needed adjustments to our life habits are painfully obvious: we need to get in shape, we need to stop smoking, or we need to get our finances in order. Those life changes are typically easy to notice and are often promoted in our society.
But there are other, equally valuable life improvements available to us that fly a bit out of the mainstream. For various reasons, you don’t hear much about them. But in many cases, they are just as valuable. In fact, sometimes, they even help us address the underlying assumptions in our lives that are leading us to the poor decisions in the first place.
To that end, consider these 12 Unique Life Resolutions/Habits as possible life habits to incorporate.
1. Intentionally laugh everyday. Laughter releases stress, lowers blood pressure, and exercises muscles. More importantly, it changes our outlook on life and brings us joy and hope. It ought to be practiced everyday. Put it on your To-Do List. And give yourself permission to laugh each day… especially during the hopeless days.
2. Practice solitude. Find time alone in quiet on a regular basis. No books, no music, no outside voices. Just you alone with yourself. Your life will never, ever be the same.
3. Make gratitude a discipline. Thank someone or something each day, every day. Gratitude refocuses our attention away from what we don’t have and redirects it towards what we do. As a result, it naturally causes contentment and generosity to spring up in our lives.
4. Stop speeding. You may need to plan in advance or choose to leave a bit earlier. After all, you will be spending more time en route. But slowing down intentionally allows extra opportunity to be with yourself, be present, and enjoy the journey. Life is not a race. Life is not meant to be lived hurriedly rushing from one event to another. It is meant to be enjoyed and savored. And driving slower will remind you of that fact every time.
5. Fast one day each month. There is a reason nearly every religious tradition incorporates the use of fasting (the practice of not eating food for a specific length of time – usually 24 hours or sunrise to sunset). It teaches us self-control, self-denial, and sacrifice. It trains our mind to weather storms and temptation. And it heightens our senses. As a side note: the purpose for practicing fasting may be for spiritual purposes, but it doesn’t have to be… your mind, body, and soul will benefit regardless.
6. Adopt a “Do it Now” mentality. The opposite of procrastination is to simply “do it now” instead. And seeing as how procrastination results in an unnecessary amount of stress in our lives, “doing it now” is an appropriate life habit for many of us to resolve. Make that a new mindset for your life in 2012. Repeat the mantra often. And then, just do it now – whatever “it” may be.
7. Eat more vegetables. Eating more vegetables is a better, simpler, and often times more measurable approach to your weight loss goal than simply deciding to eat less. Eating vegetables at each meal (or as snacks in-between them) naturally reduces the amount of unhealthy food that we put into our bodies. Additionally, it gives us more energy, more self-esteem, and more opportunity to fight off illness and disease.
8. Read classical books from different centuries. Books that have lasted centuries tend to do so for a very good reason: they contain wisdom. They speak to timeless human truths that bind us together. Though our culture and world look entirely different today than they did 200 years ago, the human spirit is still the same. Life still includes sorrow, joy, hope, and trial. And we would benefit greatly from rediscovering how men and women approached life hundreds of years ago.
9. Remove pornography. Pornography limits our capacity to appreciate the real world and the people within it. It clouds our mind with unrealistic and unhealthy assumptions about sexuality and our relationships with others. Because of that, it never fully satisfies its consumer, but always leaves them desiring more. Sacrifice the temporal pleasure of pornography for a life that can better appreciate the simply joys of the people and relationships around you right now.
10. Go to bed earlier. Changing just the first hour of your day changes the remaining 23. And the best way to change the first hour of your day is to get a good night’s sleep. So make a practice this year to move your bedtime up. You may just be surprised at how that small change will naturally benefit other areas of your life.
11. Give to a charity. Pick a cause that you believe in strongly: poverty, education, animals, research, or the environment (just to name a few). And then, write a check. You’ll be glad you did. They’ll be glad you did. The cause they serve will be glad you did. And if you can spread that much joy by filling out a check, just imagine the joy you’ll spread if you volunteer your time and talents.
12. Date your spouse. Take your spouse/partner on a date at least once per month. You’ll have fun. You’ll reconnect. Your union will be stronger because of it. And if you think it’ll cost a bunch of money, you’re just not being creative enough.


Amo-te infinitamente

Tua mãe

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

638 - Mais sobre caracter

Meu muito amado filho Estêvão

Aprende esta lição bem.
Aprende: Quem não respeita o próprio filho e a mãe do próprio filho, não respeitará ninguém mais!

Quem usa o filho em seu beneficio, quem engana para tirar vantagem, quem rouba e maltrata o filho ou a mãe dos filhos jamais vai respeitar quem quer que seja.
Jamais.

Amo-te demais

Tua mãe

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

637 - Uma homenagem que demorou a acontecer pela dor que em todos deixou

Meu muito amado filho Estêvão

Na tua cabeca de menino daqui a uns anos talvez já não tenhas memória da Biza Lili. Mas ela terá sempre de ti.
Em vida dela, ela beijou-te, amou-te, riu-se de ti e contigo, deixou-te coisas que mais tarde vais apreciar. Ela partiu. Tu sabes que ela partiu. Sabes que ela está a descansar e a olhar por nós e eu vou-te deixar aqui a homenagem que li no funeral da minha avó tua biza que embora já tenha passado um tempo só agora consegui escrever.

Doi os olhos a alma a saudade que tenho de abraçar a minha avó. Mesmo.
Tens tanto dela, como eu. A vontade de ser feliz, o riso, o aproveitar tudo o que a vida nos dá com verdade e respeito ao proximo.

Saudade


Como disse alguém, quando se parte em direção ao Senhor com 100 anos não se faz um funeral mas sim uma homenagem e é uma pequena homenagem que quero deixar aqui à minha avó.
Todos aqui guardamos uma ou mais memória da avó Lili, da tia Lili, da mãe Lili, da biza Lilia e da dona Lili.
Não conheço ninguém para quem faça mais sentido o texto Itáca do que para a minha avó.


Se partires um dia rumo à Ítaca
Faz votos de que o caminho seja longo
repleto de aventuras, repleto de saber.
Nem lestrigões, nem ciclopes,
nem o colérico Posidon te intimidem!
Eles no teu caminho jamais encontrarás
Se altivo for teu pensamento
Se sutil emoção o teu corpo e o teu espírito. tocar
Nem lestrigões, nem ciclopes
Nem o bravio Posidon hás de ver
Se tu mesmo não os levares dentro da alma
Se tua alma não os puser dentro de ti.
Faz votos de que o caminho seja longo.
Numerosas serão as manhãs de verão
Nas quais com que prazer, com que alegria
Tu hás de entrar pela primeira vez um porto
Para correr as lojas dos fenícios
e belas mercancias adquirir.
Madrepérolas, corais, âmbares, ébanos
E perfumes sensuais de toda espécie
Quanto houver de aromas deleitosos.
A muitas cidades do Egito peregrinas
Para aprender, para aprender dos doutos.
Tem todo o tempo ítaca na mente.
Estás predestinado a ali chegar.
Mas, não apresses a viagem nunca.
Melhor muitos anos levares de jornada
E fundeares na ilha velho enfim.
Rico de quanto ganhaste no caminho
Sem esperar riquezas que Ítaca te desse.
Uma bela viagem deu-te Ítaca.
Sem ela não te ponhas a caminho.
Mais do que isso não lhe cumpre dar-te.
Ítaca não te iludiu
Se a achas pobre.
Tu te tornaste sábio, um homem de experiência.
E, agora, sabes o que significam Ítacas.

Constantino Kabvafis (1863-1933)
in: O Quarteto de Alexandria - trad. José Paulo Paz.


100 anos de caminho. E que caminho?!
Os netos são como heranças: quem é avó ou avô ganha-os sem merecer. Sem ter feito nada para isso e de repente caem lhe do céu... É como dizem os ingleses, um ato de Deus. Sem se passarem as penas do amor, sem os compromissos do matrimónio, sem as dores da maternidade. E não se trata de um filho apenas suposto. O neto é, realmente, o sangue do sangue, o filho do filho, mais que filho mesmo...
Eu quero aqui agradecer à minha avó três coisas fundamentais.
Obrigada avó pelo tempo que me deste. Contigo eu aprendi que ser avó não é ser ajudante dos pais é ser avó e isso significa deixar marcas na alma. Quem ajuda os pais é baby-sitter, quem leva e trás os netos da escola é a carrinha, tu foste avó de dares tempo, jamais te esquecerei por isso mesmo, levaste-me à Gulbenkian a concertos, a bailados e no intervalo davas-me um sumo de laranja, sempre me destes mais gelados dos que a minha mãe sabe que deste… e isso será sempre o nosso segredo, levaste-me a praia, falamos de coisas muito importantes como quem eram os meus antepassados, ensinaste-me a rezar o terço como quem crê mesmo, como quem quer ser ouvido, ensinaste-me a aproveitar o melhor da vida sempre de sorriso nos lábios e dentes lavados, ensinaste pelo exemplo a fazer valer a pena viver e lutar até ao ultimo segundo por estar viva e aproveitar a vida no total. Obrigada por não teres sido a ajudante dos meus pais mas sim verdadeiramente a minha avó. Ensinaste a minha mãe a ser avó para o Estêvão, uma avó como tu que dá tempo, que leva a praia e ao teatro e fala sobre as estrelas e as plantas e quem são as pessoas que nos fizeram e já cá não estão.
Obrigada avó por me ensinares a importância de um colar de perolas, de um sorriso na cara e da mágica palavra “obrigada”. Obrigada pelo exemplo que a tua vida foi para mim.
Mesmo magra e doente como estavas ultimamente não me vou esquecer mais das últimas gargalhadas que destes há 15 dias quando o Estêvão te visitou e rebolava por cima da cama a ver os desenhos animados na cama do lado!
E os beijos que davas? E as festas que pedias? Sempre serás lembrada.
A última coisa que te quero agradecer é o facto de me teres amado como eu sou como esta Ana que recebeste de neta, acho que tinhas o maior orgulho da Inês e meu e como deve ter sido difícil entender o pensamento de 2016 quando se nasceu em 1915. Mas tu fizeste-o primorosamente.
Há um pouco de ti na Madalena, no Estêvão e no Vasco e isso é maravilhoso porque é assim a vida, um eterno caminho. Um dia a Madalena vai por um colar de perolas e vai ficar chique como tu ficavas, o Estêvão vai dar gargalhadas com os olhos como tu davas e o Vasco vai dar beijos deliciosos e a semente que cá deixaste já terá dado frutos.
Descansa em paz e olha por nós e como diz alguém muito mais sábio que eu …. Agora com a avó no céu é que a festa vai começar!
Termino com um texto que gosto muito.

A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.
Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.
Dêem-me o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.
Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.
Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.
Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.
Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.
A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?
Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho...
Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.
Henry Scott Holland



Não se passou ainda um dia desde que partiste que não pense em ti durante o meu dia. Sei que estas bem junto de Deus e dos teus mas por cá deixaste saúde imensa.





Amo-te demais

Tua mãe

quinta-feira, 30 de junho de 2016

636 - Aprenda a identificar pessoas que possuem real falta de caráter.

Meu muito amado filho Estêvão


Pode ser util para ti....

O que é caráter?

Caráter é um conjunto de características e traços relativos à maneira de agir e de reagir de um indivíduo ou de um grupo. É um feitio moral. É a firmeza e coerência de atitudes.
O conjunto das qualidades e defeitos de uma pessoa é que vai determinar a sua conduta e a sua moralidade, o seu caráter. Os seus valores e firmeza moral definem a coerência das suas ações, do seu procedimento e comportamento.

O que é falha de caráter:

As falhas de caráter são características naturais do ser humano. Errar faz parte do desenvolvimento e é graças aos erros que muitas de nossas aprendizagens, e mesmo evolução como pessoas, acontece. A falha está relacionada com consciência e busca sincera por mudanças.

E o que é FALTA de caráter:

A falta de caráter é percebida quando, mesmo errando repetidamente com os outros, causando prejuízo a terceiros, e ferindo sentimentos através de manipulações e mentiras, a pessoa insiste no ato. A falta de caráter é característica de pessoas com baixa consciência moral, uma vez que essas pessoas não objetivam melhorar, pelo menos não sinceramente.
Alguns exemplos de FALTA de caráter:

Mentiras:

Todos nós mentimos, quer admitamos, quer não. As mentiras podem ser coisas banais do dia a dia, como dizer que vamos para casa, quando realmente não queremos sair com alguém. (nesse caso, até uma maneira de tentar abrandar um mal-estar), como podem ser mentiras mais graves, e que envolvem consequências importantes. Entretanto, como eu disse no começo, todos estamos sujeitos a um erro grave. A diferença entre uma mentira acontecer em uma pessoa normal (cheia de falhas, mas que tem consciência), e em uma pessoa com falta de caráter, será a repetição e a não correção do ato, mesmo após ter passado por situações delicadas com as mentiras anteriores. Uma, duas mentiras são aceitáveis. Entretanto, um mentiroso (a) frequente mostra sérios sinais de falta de caráter.

Traição:

Longe de ser um tópico moralista, a traição pode ser entendida como falta de caráter, quando também acontece recorrentemente em uma relação em que o pacto do casal é de fidelidade. A traição também deve ser lembrada nos contextos de sociedade, no trabalho e amizade, em que o raciocínio é o mesmo: quebra de acordos e confiança.

Dívidas:

Uma coisa é a pessoa passar por situações complexas e que impossibilitem o pagamento de suas contas, outra coisa é a má administração do dinheiro, o consumismo desnecessário  e o “comprar sem ter a intenção de pagar”. Um exemplo que deve ser observado são as pessoas que emprestam dinheiro de familiares e/ou amigos e não se veem na obrigação de pagar, aproveitando-se do vínculo afetivo existente. Mais uma vez, a falta e caráter será observada na frequência das ações.

Tratamento diferenciado:

O que motiva alguém a tratar bem algumas pessoas em detrimento de outras? O que pensar de alguém que só trata bem àqueles que têm dinheiro ou que podem lhe oferecer algo em troca? A arrogância, a hipocrisia e comportamento interesseiro também são, sem dúvidas, sinais de falta de caráter.

Manipulação:

Tentar convencer alguém a pensar ou fazer algo de maneira diferente são coisas completamente diferentes de manipular pessoas a fazerem coisas que elas, se estivessem em plena consciência de seus atos, talvez não fizessem. A manipulação é um comportamento egoísta, uma vez que tira o direito de escolha do outro, e mostra falta ou total ausência de consideração pelo outro. O manipulador sempre visa driblar vontades e regras para favorecimento pessoal.

Falta de palavra:

A falta de palavra pode caminhar próximo à mentira e à manipulação. Quando alguém combina algo ou assume um compromisso, a espera social é que o mesmo seja cumprido. Mais uma vez, descartando os casos isolados, uma “Palavra” quebrada com frequência oferece sérios indícios de falta de caráter.

Não assumir as próprias responsabilidades:

Um dos maiores sinais de maturidade que pode ser encontrado em alguém é a capacidade de assumir as próprias responsabilidades. A falta de caráter pode ser observada se uma pessoa repetidamente atribui a outros a responsabilidade por atos que deveriam ser assumidos pessoalmente, principalmente, no que se refere às quebras de regras e leis que infringem com frequência.


Amo-te infinitamente

Tua mãe

quinta-feira, 24 de março de 2016

635 - Crianças e partidos

Meu muito amado filho Estêvão


"Devemos às nossas crianças, os cidadãos mais vulneráveis da nossa sociedade, uma vida livre de violência e medo."
Nelson Mandela


"Seja a mudança que quer ver no mundo"
Mohandis Gandhi


"As catástrofes lembram-nos que somos cidadãos do mundo, quer queiramos quer não"
Dra. Maya Angelou


"Se a sua posição face a situações de injustiça for passiva, então escolheu o lado do opressor. Se um elefante pisar a cauda de um rato com a pata, e a sua posição for neutra, o rato não irá apreciar a sua neutralidade."
Arcebispo Desmond Tutu.


"Não há melhor exercicio para o coração do que dar a mão e ajudar os outros a levantarem-se"
John Holmes



Amo-te perdidamente


Tua mãe